10 Dicas para Publicar seu Livro (dica 7)

 
Continuando a série de posts “10 Dicas para Publicar seu Livro”, hoje vou falar sobre a formação do preço de venda!

7- Calcule o preço de venda

Definir um valor para vender o seu livro é muito mais difícil do que parece. É, também, uma tarefa importantíssima, pois é determinante para evitar prejuízos. Observe que eu não vou citar a palavra “lucro”. No início, você vai apenas trabalhar para pagar a sua publicação e não sair no prejuízo. Se conseguir lucrar com isso, deverá ser apenas para reinvestir em sua carreira como escritor. Eu não quero enganar ninguém: no início vai ser assim mesmo!

Então vamos à formação do preço. Em primeiro lugar, coloque no papel tudo o que você vai gastar com a publicação do seu livro. Edição e impressão dos exemplares, logística de distribuição, frete (caso vá vender pela internet), porcentagem da livraria, porcentagem do PagSeguro, divulgação, etc. Cada caso é um caso, e você precisa definir quais serão os gastos do seu livro. Lembre-se de que, se você for vender em livrarias, elas ficam com 30% a 50% do valor de capa.

Depois de calcular isso tudo, reflita o seguinte: Quantos livros você quer ter que vender para não ficar no prejuízo? Dificilmente você vai vender tudo, então trabalhe com uma quantidade viável. Divida o custo da produção pelo número de livros que você vai se obrigar a vender, adicione a comissão da livraria, e você terá seu preço de venda. A partir do momento que vender esse número, tudo o que receber depois será lucro.

Um exemplo: Você produziu 1.000 livros, pelo valor de R$ 14 cada um. Então você define a quantidade de 700 vendas obrigatórias. Estas 700 vendas serão responsáveis por pagar: a impressão das 1.000 unidades, e a porcentagem das 700 vendas em livraria. Se a livraria em questão cobrar 50%, o cálculo fica assim: 1.000 x R$ 14 = R$ 14.000 (valor total que você pagou para produzir); R$ 14.000 ÷ 700 = R$ 20 (valor que ficaria sem a comissão da livraria); R$ 20 + R$ 20 = R$ 40 (valor com o custo da livraria).

Um livro por R$ 40,00 é caro? Sim. Mas aí entra a sua criatividade para compensar isso. Neste caso, temos algumas opções: economizar na impressão; tentar negociar melhor a porcentagem da livraria; realizar algumas vendas você mesmo; etc. E já aviso que será difícil vender 700 unidades, mas a parte boa é que, vendidas estas, você vai passar a receber (neste caso) R$ 20 por cada venda efetuada, totalizando R$ 6.000 em lucro, caso consiga vender todas as unidades.

Repito que é difícil vender tudo. Além disso, se você comparar este investimento com qualquer outro, vai descobrir que o retorno é baixíssimo. É por isso que é tão difícil ser autor independente no Brasil. Mas persevere, não há obstátulo que não possa ser transposto!

Ah, última dica sobre preço de venda: não tente competir com o preços dos livros de grandes editoras! A produção delas é muito maior e distribuição é melhor, e é por isso que conseguem fazer super promoções de 5 livros por 50 reais. É para competir sim, mas não no preço, e sim na qualidade.

 
Será que deu para entender tudo o que eu falei? Se você tiver dúvidas, ou quiser acrescentar algo, pode falar nos comentários! Sábado que vem vou falar sobre divulgação e evento de lançamento do livro.

Um abraço!
Karen Soarele.


Confira as demais dicas:

Post 1: dicas 1, 2 e 3 (comece a planejar)
Post 2: dicas 4, 5 e 6 (tiragem)
Post 4: dicas 8, 9 e 10 (divulgação)

9 thoughts on “10 Dicas para Publicar seu Livro (dica 7)

  1. […] 2: dicas 4, 5 e 6 (tiragem) Post 3: dica 7 (formação de preço) Post 4: dicas 8, 9 e 10 (divulgação) – vai sair dia […]

  2. […] 1: dicas 1, 2 e 3 (comece a planejar) Post 3: dica 7 (formação de preço) Post 4: dicas 8, 9 e 10 (divulgação) – vai sair dia […]

  3. Bom dia, Karen

    Sou estudante de Artes Visuais. Tento incentivar publicações com oficinas, aulas e tentativas de produções próprias. Vou citar suas orientações nas minhas aulas. Parabéns

  4. […] Post 1: dicas 1, 2 e 3 (comece a planejar) Post 2: dicas 4, 5 e 6 (tiragem) Post 3: dica 7 (formação de preço) […]

  5. Hum…
    Eu não entendi.
    Isso é da editora ou publicação independente? Que pelo o que eu saiba só se paga pela impressão se for publicação independente.
    Não é?
    Ai estou confusa!
    MUAH!

    • Oi, Laura!

      Para um autor em início de carreira (até dois anos após o lançamento do primeiro livro), “pagar pela impressão” se aplica a muitos, muitos casos. Tanto na publicação independente quanto na publicação por meio da maioria das editoras.

      Contudo, esse post é destinado principalmente aos autores que pretendam uma publicação totalmente independente. Estes são responsáveis, inclusive, por determinar o preço de venda do próprio livro.

      Abraços!

  6. Eu gostaria de saber se um menor de idade pode publicar um livro numa editora.
    Se a editora aceitar o original, isso quer dizer que o autor não tem que pagar?

    Adoro seus posts!
    Ana.

  7. […] Originalmente publicado no meu blog pessoal: link. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master